"Fiquei muito deprimida no fim de 2013", diz Lady Gaga em entrevista


Nem tudo são flores na carreira dos artistas, e na vida de Lady Gaga, não seria diferente. A cantora admitiu que passou por maus bocados no fim do ano passado. "Fiquei muito deprimida no fim de 2013. Estava exausta de lutar com as pessoas", disse, em entrevista à revista Harper’s Bazaar. "Não podia nem sentir as batidas do meu próprio coração. Estava raivosa, cínica, e tinha uma tristeza profunda que era uma âncora em qualquer lugar que eu ia".

Segundo Lady Gaga, o dia 1º de janeiro – quando lançou a versão em estúdio do dueto com Christina Aguilera ("Do What U Want") – foi marcado por mais chororô. Mas ela decidiu mudar de posição, e buscar no fundo de si a esperança. "Olhei no espelho e disse: ‘eu sei que você não quer lutar. Eu sei que você acha que não pode, mas você já fez isso antes’", contou. "Realmente sentia que estava morrendo".

Para Lady Gaga, o que a mantém de pé é sua música. Na entrevista, ela disse que luta contra sua depressão em prol do seu trabalho e dos seus fãs. "A depressão não leva embora seus talentos, só os torna mais difícil de serem encontrados. Mas sempre os encontro. Eu aprendi que minha tristeza nunca destrói o que há de bom em mim", finalizou a artista.

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS