Polêmica: Médico americano acredita que heterossexuais, viram gays, ao ouvirem Adele

Por essa declaração, nem Adele, e muito menos os fãs da britânica, esperavam. Um médico americano chamado John Smid, do Texas, tem uma teoria muito particular sobre a homossexualidade. Ele acredita que as músicas da cantora Adele, tem o poder de transformar heterossexuais em gays. É isso mesmo que você leu. 

A declaração do médico, no entanto, foi dada em entrevista ao documentário "Cure Me, I’m Gay". Ele aconselhou os homens a ouvirem mais música cristã, em vez dos hits da inglesa. 

A posição do médico, porém, é ridicularizada no próprio filme. "Cure Me, I’m Gay", foi desenvolvido pelo médico e apresentador de TV Christian Jessen, assumidamente gay. Ele viajou pelos EUA testando as supostas terapias de "cura gay", e ressaltando seus principais dogmas e falhas.

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS