Gravadora proibiu Lily Allen de usar nome Lily Cooper artisticamente


Antes de retornar ao mundo da música, a cantora Lily Allen gritou para o mundo, que passaria a se chamar Lily Cooper. Foi creditada assim, inclusive, no dueto que gravou com P!nk. Mas, quando voltou ao estúdio para a produção do seu novo álbum, o intitulado "Sheezus", recebeu um aviso da gravadora. 

"Meu nome é Lily Cooper no meu passaporte, e em tudo mais. Queria voltar como Lily Cooper, mas a gravadora não comprou a ideia. Me disseram ‘Não, você é Lily Allen’", contou em entrevista à revista Rolling Stone.


A inglesa garante que tem muito medo de falhar, e que foi convencida pelos executivos de que a mudança do nome, poderia levá-la ao fracasso. O público poderia ignorar Lily Cooper – e não comprar seu novo CD. Ainda de acordo com a cantora pop, o mercado mudou muito desde que ela se ausentou, e percebe que as gravadoras estão desesperadas, porque não há mais dinheiro, e que as pessoas temem perder seus empregos.

Durante a entrevista, Lily Allen também falou sobre a perda do seu visto americano, há alguns anos – o que a impediu de promover seu trabalho nos EUA. "Não pude vir aqui por dois anos e meio. Isso significa nenhuma divulgação", explica, sobre o que seriam as razões para nunca ter emplacado na América. "Outra resposta é que nenhuma das músicas eram suficientemente boas. Gostaria de ter tido um hit".

Você gostaria que Lily Allen se chamasse Lily Cooper?

Comentários

VIDEOCLIPES EM DESTAQUE

BAÚ DO DROPS

DROPS MUSIC NO FACEBOOK

SIGA O DROPS NO SPOTIFY!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

AS MAIS LIDAS DO DROPS