Rihanna é o destaque da penúltima noite do Rock in Rio

A penúltima noite da edição 2015 do Rock in Rio Brasil, foi marcada por grandes atrações, especialmente pela atração da cantora Rihanna.


Lulu Santos, abriu os trabalhos, às 19h - horário de Brasília, após horas de muito sol e calor na Cidade do Rock. O artista recebeu no palco o funkeiro Mr. Catra, para uma particição especial em seu show. Ao contrário do que muitos esperavam, o funkeiro foi aplaudido pelo público.

Logo em seguida, veio a banda australiana Sheppard. No começo, o grupo até que tentou mostrar a que veio, foi até simpático com o nosso país, mas não conseguiu agradar muito. O show foi morno, e a maioria das pessoas, não conheciam sequer uma música da primeira atração internacional da noite. Mas passado o show do Sheppard, veio as duas maiores apresentações da penúltima noite do maior festival de música do mundo.


O cantor Sam Smith, abriu o show cantando o seu maior sucesso aqui no Brasil, a música "I'm Not The Only Now". Diferente do Sheppard, o público inteiro cantava as músicas do britânico, que se mostrou a todo momento, muito feliz pelo convite de poder cantar os seus sucessos, no Rock in Rio. E não só isso, ele demonstrou carinho, e afeto, pelos fãs brasileiros. Conversou bastante com o público, sorriu por várias vezes, foi simpático em cada segundo da sua apresentação. Os outros dois pontos altos da apresentação do Sam Smith, foi quando o artista cantou "Lay Me Down", uma parceria com o cantor John Legend, e claro, a famosa "Stay With Me".

Além dos seus sucessos, Sam também fez vários covers: Amy Winehouse ("Tears dry on their own"), Marvin Gaye ("Ain't no money high enough"), Chic ("Le freak") e Elvis ("Can´t help falling in love"). Rolaram também faixas gravadas em colaboração com outros artistas: "Latch", em versão mais romântica que do Disclosure, e "La la la", hit inglês com Naughty Boy, com refrão bem cantado por aqui.

Mas após a apresentação do Sam Smith, a ansiedade aumentou na Cidade do Rock, afinal de contas, o show mais comentado do Rock in Rio 2015, iria começar. Pra quem não sabe, os primeiros ingressos a serem vendidos para a edição brasileira deste ano, foi justamente o do dia 26, com a apresentação da Rihanna.

A apresentação da Rihanna estava marcada para 0h15 e começou meia hora depois. Durou uma hora e 10 minutos. Mesmo assim, foi um grande show. Rihanna cantou 23 músicas, e com a nova apresentação na Cidade do Rock, "pediu desculpas, lavou a alma dos que acharam que o show do Rock in Rio 2011 ficou aquém do que uma popstar de 27 anos pode apresentar."

Com um figurino completamente diferente daquele usado em sua primeira apresentação no festival, Rihanna abriu o show atrás de uma cortinha de fumaça com "Rockstar 101", seguida por "Only Girl (In The World)", que havia sido tocada no início do show de 2011. O palco ganhou dançarinos (em 2011, a cantora tinha apenas uma bandeira estendida no palco, com a letra "R".)

Na primeira parte de sua apresentação, mais hip hop e meio paradão, teve "Phresh out the runway", "Jump" e "Birthday cake". Aos poucos, foi revelando o curioso figurino amarelo estilo boxeadora atrás da fumaça. A garota de Barbados reclamou do calor, antes de tirar a parte de cima e ficar de camiseta preta.

Aos poucos, Rihanna começou a esquentar o seu show, com soltou a voz em "Rude boy", com a ótima "What's my name" na sequência. "Talk That talk" e a poderosa versão ao vivo de "Man down", que deixou o público maluco, preparam terreno para "Umbrella", primeiro grande hit da cantora, faixa de 2007.

Como já falamos, a cantora parecia querer pedir "desculpas", pelo show de 2011, quando muitos reclamaram e a mídia pegou meio pesado pra cima dela. Rihanna quis "mostrar serviço", o quanto antes. O ritimo do show se acelerou bastante, e logo em seguida, voltou a diminuir o ritmo com um set acústico na passarela. "Unfaithful", "Love the way you lie", "Take a bow" e "Cold case", formam o "bloco da calmaria". Rihanna se entregou completamente aos brasileiros nessa parte mais lenta da apresentação.

E não acabou por aí não. A ex-namorada do Chris Brown, soltou o vozeirão, nas canções "Stay" e "Diamonds". Um pouco antes, Rihanna cantou “FourFiveSeconds”, parceria com Kanye West e Paul McCartney. Arranjo formidável, coro da plateia, vocais de apoio de arrepiar. Pronto, Rihanna já mostrava a que veio. 

Antes do fim, mais uma parte dançante, com "Take care", "Where have you been" e "We found Love", gravada com o DJ mais bem pago do mundo, segundo a Forve, o Calvin Harris.

E pra não fazer feio, claro, e fechar a conta, que lhe custou caro, depois da apresentação de 2011, "Pour it up" e "Bitch Better Have My Money", com chuvinha de dólares falsos, cortesia de fãs da cantora. Afinal de contas, ela merece.

Abaixo, os melhores momentos de RIhanna e Sam Smith, no Rock in Rio Brasil 2015:

















O show completo da Rihanna, abaixo:




Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS