"The Voice Brasil": Lulu Santos detona demora para lançar CD de vencedores: "É inconcebível"


Jurado de The Voice Brasil, o cantor Lulu Santos detona a demora para lançar CDs dos vencedores do reality show musical, cuja quarta edição estreia no próximo dia 1º. Para o artista, a demora prejudica as carreiras dos participantes, que não deslancham, e atrapalha o próprio programa, que passa a imagem de que não vinga os talentos que revela. Segundo o compositor, os quatro finalistas deveriam ter seus CDs prontos para vender no dia seguinte à final da atração, aproveitando a visibilidade alcançada na competição.


"O disco da dupla que ganhou no ano passado [Danilo Reis e Rafael] só saiu quase agora. É inconcebível. Esperar seis meses para trabalhar é realmente jogar contra", disse o cantor na apresentação da nova temporada de "The Voice Brasil" à imprensa, na última quarta (15), no Rio de Janeiro. Lulu recebeu o apoio da maior parte do elenco do programa. Somente Claudia Leitte não concordou plenamente com o colega. Para ela, essa demora é o tempo natural de amadurecimento de um álbum.

Após as entrevistas, Tiago Leifert, Claudia Leitte, Lulu Santos, Carlinhos Brown e Michel Teló, que assumiu a cadeira do sertanejo Daniel, gravaram o programa de estreia da temporada.


Lulu Santos tentou isentar a Globo e a direção de "The Voice Brasil" da crítica. Para o músico, quem tem de dar suporte imediato aos artistas revelados na atração é a indústria fonográfica.

Apesar de ter crescido em audiência desde a primeira edição e de gerar grande repercussão, o programa não lançou nenhum popstar até hoje. O fato de não descobrir um nome revelante para a música popular brasileira não é um problema para Tiago Leifert. Ele diz que o objetivo do programa é revelar "uma voz".

“Nunca falamos que íamos revelar o novo Michael Jackson. Nunca falamos que íamos revelar o novo astro da música mundial. Todas as pessoas que passam por aqui melhoram de vida, fazem mais shows, vendem mais discos, vendem mais músicas no iTunes”, defende o apresentador da atração global.

Além disso, ele ressaltou que o "The Voice Brasil" tem como propósito entreter, levando música ao telespectador. A nova temporada segue essa linha condutora e reserva algumas novidades ao longo dos quase três meses em que ficará no ar. 


Novidade do "The Voice Brasil": Rodada de Fogo

O diretor-geral do programa, Creso Eduardo Macedo, adianta que a atração terá uma nova fase: a Rodada de Fogo. Após cinco programas de audições às cegas e três de batalhas em duplas, The Voice passará a ser ao vivo. A essa altura, cada time terá sete participantes. Os técnicos escolherão três deles para seguirem diretamente para a próxima fase. Os quatro restantes entrarão na Rodada de Fogo: terão que disputar duas vagas cantando ao vivo, de surpresa. 

A direção do programa mantém em segredo quem vai ser o repórter da atração, que terá 13 episódios. “A gente não vai falar sobre tudo porque gostamos de guardar algumas surpresas para levar ao ar. Em linhas gerais, têm mudanças nas regras para tornar a competição mais acirrada para os técnicos. Eles vão ter de pensar mais”, diz Tiago Leifert.

A quarta temporada do The Voice Brasil termina no dia 25 de dezembro, em plena noite de Natal. 

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS