Venda de vinis nos EUA fez mais dinheiro do que streamings em 2015; esponsáveis pelo Spotify não comentam sobre os números divulgados

Sucesso!


Novos números divulgados pela RIAA têm mostrado que os álbuns e EPs de vinil faturaram mais que indústria da música feita a partir de publicidade em serviços gratuitos como o YouTube e Spotify em 2015.

É isso mesmo! Só no ano passado, as vendas de vinil na América subiram para seu nível mais alto desde 1988: um aumento de 32% que contabilizou US$ 416 milhões. Já os streamings subiram 31% e renderam US$ 385 milhões.

Em relato ao site Pitchfork, o presidente e CEO da RIAA, Cary Sherman, classificou os números como a “prova de que algumas distorções de mercado estão em jogo”. Sherman disse também que “alguns gigantes da tecnologia tentam enriquecer às custas das pessoas que realmente criam a música.”

Os responsáveis pelo Spotify não quiseram comentar sobre a perda na comparação para os vinis.

A verdade é que o velho bolachão está mais vivo do que nunca!






Comentários

VIDEOCLIPES EM DESTAQUE

BAÚ DO DROPS

DROPS MUSIC NO FACEBOOK

SIGA O DROPS NO SPOTIFY!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

AS MAIS LIDAS DO DROPS