Crítica da Billboard elogia Britney Spears sobre o novo álbum

A cantora Britney Spears nunca esteve tanto em alta!


Britney pode mesmo desfrutar de um momento glorioso com o lançamento do álbum “Glory”, na sexta (26/8). Saiu a crítica da revista americana Billboard e é muito positiva. O texto elogia os vocais da cantora nas novas canções, e afirma que ela poderia ter desaparecido da cena pop há muito tempo, mas continua relevante. “Ouvimos uma Spears cujos vocais confiantes não dão importância para os esnobes da música que zombam de sua voz. Ela sabe que tem uma das vozes mais reconhecidas do planeta, e 33,4 milhões de álbuns vendidos só nos Estados Unidos dizem que nós gostamos do que ouvimos”, aponta um trecho.

A crítica da Billboard, Jennifer Keishin Armstrong, também compara “Glory” com o álbum anterior da cantora, “Britney Jean”, afirmando que o novo é muito superior. “Britney Jean, de 2013, foi anunciado como seu ‘mais pessoal’, mas na verdade, foi uma imitação bagunçada do que ela já havia feito antes (aparte da perfeição que é ‘Work Bitch’)”, diz o texto. “Agora, Spears parece pronta para nos dar tudo de novo. ‘Glory’ representa algo melhor do que um retorno à forma. É, finalmente, um passo a frente para seus 34 anos de idade”.

Quer mais? A revista americana aponta também que Britney tem um grande diferencial como popstar: a despretensão. “Como Britney Spears, a popstar, se encaixa nessa Era da Beyoncé? Ela é acentuadamente apolítica. Ela não professa o feminismo como Taylor Swift, Lorde ou Milay Cyrus. Ela nem sequer diz mensagens vagamente empoderadoras como Katy Perry. Ela é outra coisa. Ela é uma sobrevivente, de uma maneira que nem sua grande antecessora, Madonna, é. Ela realmente foi destruída pela máquina da mídia e voltou de novo e de novo, e talvez até mesmo bem desta vez. Nem todos nós amamos sua música, mas todos queremos seu triunfo. Em 2016, quem mais nos une assim?”.

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS