Membro do Grammy diz que Miley Cyrus têm chances na premiação de 2018

Será?


O “Younger Now”, novo disco de Miley Cyrus, ainda nem saiu e já tem gente considerando-o para o Grammy de 2018. Isso mesmo. A Billboard publicou uma matéria sobre os álbuns programados para serem lançados neste mês, apontando quais chegam com relevância para submissões à premiação. Na reportagem, Tom DeSavia, veterano da instúraismusical e votante do Grammy, declara: “acho que Miley Cyrus se estabeleceu, conscientemente e inconscientemente, para ser uma candidata potencial ao Grammy. Ela realmente voltou com o pop clássico multigeracional”.

Pra quem não sabe, a cantora pop foi indicada ao Grammy em 2015 pelo álbum “Bangerz”, o primeiro com a RCA Records. O CD concorreu na categoria Best Pop Vocal Album, mas perdeu para Sam Smith com “In the Lonely Hour”. O que pesa contra a cantora é que, diferentemente da era “Bangerz”, nem o single “Younger Now” nem “Malibu” chegaram a dominar as rádios americanas. “Se seu álbum for bem recebido, Cyrus pode se encontrar em uma situação parecida com a de Lorde, com um projeto pop de alto nível aclamado pela crítica, mas com desempenho inferior nas rádios”. Caso a recepção da crítica não seja tão positiva e a cantora enfrentar um lançamento morno, como acontece recentemente com a maioria dos artistas, é possível que a Recording Academy não lhe dê muita atenção ou crédito.

O álbum “Younger Now” sairá no dia 29 deste mês – penúltimo dia para o prazo de submissões ao Grammy de 2018. Na mesma data, também serão lançados álbuns de Demi Lovato, Shania Twain e Jennifer Lopez, o que fará as gravadoras e os empresários disputarem espaço em mídia para suas artistas. Quem se destacar também pode sair na frente na corrida pelo Grammy. Afinal, quem é mais comentada tende a ser mais ouvida e consequentemente tem mais chances de ser avaliada pela Academia.

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS