Crítica especializada rasga elogios ao “Meaning Of Life”, novo álbum da Kelly Clarkson


Demorou, mas saiu!


Nesta sexta-feira (27) a ex-American Idol, a cantora Kelly Clarkson, lançou seu sétimo álbum de inéditas, o “Meaning Of Life”. 

“O fato de que eu consegui fazer esse álbum é uma das maiores bênçãos da minha vida. No final das contas, todos os artistas querem se sentir orgulhosos das marcas que eles deixam e essa é a minha melhor”, escreveu ela eu seu site oficial.

Pelo que parece, a crítica especializada concordou! 



Veja alguns destaques abaixo:

Entertainment Weekly
Nota B+

Tão coesa e segura de si mesma como esta coleção propõe, o álbum não parece interessado em chegar às alturas de grandes hits como “Since U Been Gone” ou “Because of You”. Ao invés disso, ela é sutil – uma refrescante libertação de uma artista expressando exatamente o que sente neste momento, e nada menos.

Boston Globe
Nota 80

“Meaning of Life” tem poucos momentos fracos, que se desdobram como uma emancipação de um álbum para uma das nossas melhores vocalistas femininas, liberta de complicadas obrigações contratuais. Canalizando seu deleite para essa nova liberdade, as músicas parecem fluir diretamente do coração e da alma, representando uma nova fase da carreira.

Slant Magazine
Nota 70

O álbum não reinventa o gênero soul, e nem tenta, mas retrata uma artista que continua a se reinventar, solidificando sua posição como um das maiores cantores de sua geração.

The Guardian
Nota 60

Enquanto o primeiro single deste novo álbum – Love So Soft – é algo como o que a Christina Aguilera fez em “Candyman”, com um toque de trap que está na moda, há muitas faixas fortes e vendáveis aqui. Entre elas, “Move You” – uma balada acústica adulta com uma sensação de igreja – e “I Don’t Think About You”, o tipo de música grandiosa com uma um refrão poderoso. […] O forte estilo diva dos anos 90 combina com o vocal de Clarkson, apresentando uma fase mais soulful com classe.

ABC News

O quanto maravilhoso pode ser o novo álbum da Kelly Clarkson? Está orgulhoso, é sexy, é divertido. Ah, sim, esse é o som da liberdade. […] Simplesmente não há músicas descartáveis em seu oitavo álbum de estúdio, seu primeiro com
a Atlantic Records.

Newsday
Nota 100

“Meaning of Love” é o melhor álbum de sua carreira, uma chance de declarar suas ambições e entregar-se uma vez por todas em seu álbum mais coeso.

Time

Kelly Clarkson já pode ter sido a Cinderela dos Estados Unidos. Mas aos 35 anos, ela já está bem além do começo de seu conto de fadas. Desde que ganhou o “American Ido” inaugural 15 anos atrás, com a força de sua voz poderosa e personalidade francamente cativante, Clarkson teve obstáculos em sua carreira, incluindo brigas com sua antiga gravadora. Não é o que acontece em seu oitavo álbum, “Meaning of Life”, agora. A estreia de Clarkson com Atlantic Records encontra com o que os fãs preferem: uma artista confiante com senso de humor e ousadia para explorar.

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS