Após cancelar show em Israel, Lorde deve se encontrar com embaixador israelense na Nova Zelândia


Mais um capítulo da novela Lorde e Israel! 


Super apoiando a causa levantada por protestos políticos, a cantora Lorde decidiu cancelar seu show em Israel, marcado para o dia 5 de junho de 2018, na cidade de Tel Aviv, e muita gente não ficou satisfeita, apesar da causa nobre. Vale lembrar ainda que Lorde tinha um sonho de cantar por lá.

Uma das pessoas insatisfeitas com a decisão da artista, é o embaixador israelense na Nova Zelândia, Itzhak Gerberg, que agora, planeja se encontrar com a cantora para discutir Israel, suas conquistas e seu papel como a única democracia no Oriente Médio.

O assunto rende... Através de uma carta aberta direcionada a Lorde, postada em seu Facebook, o embaixador disparou: “É lamentável que você tenha cancelado seu show em Tel Aviv e tenha desapontado todos seus fãs em Israel. A música é uma linguagem maravilhosa de tolerância e amizade, que une as pessoas.”

“Seu show em Israel poderia ter espalhado a mensagem que as soluções vem de engajamento construtivo que conduz para acordos e cooperação. A música deve unir e não separar e sua performance em Israel poderia ter contribuído para o espírito de esperança e paz no Oriente Médio”, concluiu Itzhak Gerberg.

Após o cancelamento, a Lorde se juntou a outros artistas que apoiam o boicote cultural a Israel, entre eles, a cantora Beyoncé, o rapper Pharrell Williams, Neil Young, Natalie Imbruglia, Lauryn Hill e Leonard Cohen.

Será que Lorde voltará atrás da decisão? Vocês acham que ela tomou a decisão certa em cancelar o seu show por lá?

Comentários

AS MAIS LIDAS DO DROPS

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

VÍDEOS EM DESTAQUE

DROPS MUSIC NO FACEBOOK