Pabllo Vittar é vítima de intolerância por eleitores de Bolsonaro; cantora ganha dislike no clipe de “Disk Me”


Atacada, mais uma vez.


Eleitores de Bolsonaro, estão atacando Pabllo Vittar, por conta da estreia de seu clipe novo, “Disk Me”, carro-chefe do álbum “Não Para Não”. Eles seguem organizando uma campanha nas redes sociais para dar dislike no vídeo e, assim, passar a impressão de rejeição ao trabalho da drag queen. Os mutirões são incentivados em grupos fechados no Facebook. A Sony Music já está ciente da dedicação negativa…

O sucesso de um homem gay e drag queen, desde sempre, vem incomodando parte do eleitorado conservador e discriminador. Uma das mensagens disseminadas nas redes diz “Cadê a família bolsonariano reunindo para dar dislike nesse lixo que está em #2 em alta no Youtube? Porque é o último dele no Brasil. Amanhã elejá vai para a Cuba. Acesse o link e deixe seu dislike. Vamos aumentar esse lixo de dislike”. Efeito, por enquanto, não surtiu. Com isso, os fãs de Pabllo Vittar, são mais eficazes. O videoclipe de “Disk Me” conta com 261 mil curtidas contra 117 mil dislikes, até o momento. O clipe, lançado na sexta (5/10), está com 4,6 milhões de visualizações.







Comentários

VIDEOCLIPES EM DESTAQUE

BAÚ DO DROPS

DROPS MUSIC NO FACEBOOK

SIGA O DROPS NO SPOTIFY!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

AS MAIS LIDAS DO DROPS