Justiça decide que Katy Perry e sua gravadora, pagarão 10 milhões por caso de plágio em “Dark Horse”


Deu ruim mesmo! A Justiça realmente decidiu que “Dark Horse”, um dos grandes hits da Katy Perry, tem elementos plagiados de “Joyful Noise”, do grupo gospel Flame. Após disso, entrou em questionamento o quanto deveria ser pago como multa, mas isso já foi decidido, de acordo com o The Hollywood Reporter.

Agora, Katy, o produtor Dr. Luke e gravadora Capitol Records, vão ter que pagar uma quantia combinada de US$ 2,78 milhões. Convertendo em reais, isso passa de 10 milhões. Os valores são mais razoáveis do que os acusadores estavam pedindo, passando de 40 milhões.

É importante deixar registrado que a gravadora Capitol Records arcará com a maioria dos custos, já que foi a que mais lucrou. Katy Perry, por outro lado, deve pouco mais de meio milhão de dólares.

A decisão da justiça contra Katy Perry foi polêmica. O assunto rodou o mundo. O produtor musical de cinema Paul Croteau, que defende a inocência da cantora no caso de plágio, mostrou evidências de que a decisão judicial foi equivocada, “feita por um juri musicalmente ignorante”.

Entretanto, os advogados de Katy Perry, tentaram argumentar que os criadores da faixa, incluindo o produtor Dr. Luke, não ouviram falar de “Joyful Noise” e não ouvem rap cristão. Eles também argumentaram que os elementos são tão básicos que deveriam estar disponíveis para qualquer um. A decisão, no entanto, não foi favorável à estrela do pop.



Comentários

VIDEOCLIPES EM DESTAQUE

BAÚ DO DROPS

DROPS MUSIC NO FACEBOOK

SIGA O DROPS NO SPOTIFY!

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

AS MAIS LIDAS DO DROPS